Equipes de resgate da Ucrânia acham caixas-pretas do voo MH17

Chanceler russo afirmou que, ao contrário das acusações de Kiev, Moscou não planeja 'se apossar dos registros' do avião que caiu

O Estado de S. Paulo

18 Julho 2014 | 11h20

KIEV - Serviços de emergência ucranianos encontraram duas caixas-pretas no local da queda do avião da Malaysia Airlines, disse um assessor do governador da região de Donetsk, no leste da Ucrânia, nesta sexta-feira, 18, segundo a agência Interfax-Ucrânia.

"Duas caixas-pretas foram achadas por nossos serviços de emergência. Não tenho informações sobre onde se encontram essas caixas no momento", disse Kostyantyn Batovsky, de acordo com a agência. Um porta-voz do Ministério de Emergências ucraniano não quis comentar a notícia.

Mais cedo, Kiev acusou, segundo a rede americana CNN, os separatistas pró-Rússia de pegarem as caixas-pretas e levarem para Moscou, mas o chanceler russo, Sergei Lavrov, disse que a Rússia não planeja se apossar dos registros de voo das "caixas-pretas".

"Apesar do que Kiev está novamente dizendo, nós não planejamos pegar essas caixas (pretas). Não planejamos violar normas (internacionais) vigentes nesse tipo de situação", disse Lavrov em uma entrevista à TV estatal russa. "Queremos que peritos internacionais cheguem o mais rápido possível ao local da queda para que possam recuperar as caixas-pretas imediatamente." /REUTERS

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.