Enzo Russo/Efe
Enzo Russo/Efe

Equipes de resgate encontram novos restos mortais no Costa Concordia

Trabalhos de busca foram retomados após o navio ter sido reerguido na costa italiana

O Estado de S. Paulo,

26 de setembro de 2013 | 10h01

ROMA - Mergulhadores encontraram nesta quinta-feira, 26, restos mortais perto do navio Costa Concordia, que naufragou próximo de uma ilha italiana. Autoridades afirmam que testes de DNA devem determinar se eles pertencem a duas vítimas, cujos corpos nunca foram encontrados.

A busca pelos últimos dos 32 mortos foi retomada depois que o navio ser erguido e colocado em posição vertical, na semana passada. A operação, que durou 19 horas, ocorreu 20 meses após o Concordia se chocar contra um recife perto da ilha Giglio em 13 de janeiro de 2012.

O chefe de proteção civil da Itália, Franco Gabrielli, disse a repórteres que os parentes das duas vítimas - uma passageira italiana e um garçom indiano - foram notificados após os mergulhadores encontrarem os restos humanos.

Gabrielli disse que a recuperação de corpos após quase 20 meses submersos sob o peso de uma embarcação de 114,5 mil toneladas foi "quase um milagre". Os restos mortais foram vistos no mar perto da parte central do navio, onde os sobreviventes haviam dito que os dois foram vistos pela última vez./ AP e REUTERS

Tudo o que sabemos sobre:
itáliaCosta Concordiarestos mortais

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.