Equipes de resgate tentam salvar mineiros na Polônia

Equipes de resgate trabalharam durante a madrugada desta quarta-feira para tentar salvar os 15 sobreviventes de uma explosão de gás que matou oito mineiros na mina de carvão de Halemba, na Polônia. O acidente ocorreu às 16h30 (13h30 de Brasília) de terça-feira, a uma profundidade de um quilômetro abaixo do solo, e deixou os trabalhadores presos na mina, localizada em Ruda Slaska, em Silesia, a 300 quilômetros de Varsóvia.Familiares dos mineiros se reuniram no local à espera de notícias. O trabalho de resgate foi atrasado por temor de novas explosões, devido à alta concentração de gás metano no local.O primeiro-ministro Jaroslaw Kaczynski voou até o local do acidente e declarou luto nacional pela morte dos oito mineiros. "Nós devemos manter a esperança, mas se o pior acontecer, as famílias dos mineiros irão receber a ajuda necessária", disse o primeiro-ministro.O diretor da empresa estatal de mineração, Grzegorz Pawlaszek, disse que sete corpos já foram retirados do local e que o oitavo ainda não foi localizado.Há dificuldade na identificação dos trabalhadores mortos, já que os crachás de identificação que eles usavam foram perdidos com a explosão. Destino incertoO destino dos 15 mineiros que permanecem presos no local é incerto. "Há chance de encontrá-los com vida", disse Pawlaszek. No entanto, outro representante da empresa, Zbigniew Madej, afirmou que "temia o pior", já que "as condições no local são extremas"."É o inferno. É impossível respirar na área da explosão, a ventilação foi destruída", disse Madej.Mais de 70 pessoas trabalham no resgate, usando equipamento pesado para tentar chegar ao interior da mina. A temperatura no interior da mina chega a 40º C.Padres estão no local para confortar os familiares das vítimas. Oito velas foram acesas em frente ao portão principal. Segundo Pawlaszek, a mina havia sido fechada em março devido ao alto nível de gás, mas os mineiros estavam lá para resgatar equipamentos deixados no local.Mais de 80 mineiros morreram na Polônia desde 2003. Em 1990, uma explosão em Halemba matou 19 mineiros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.