Equipes de resgate usam explosões controladas no casco do Costa Concordia

Objetivo é abrir buracos no navio naufragado para que integrantes das equipes de resgate cheguem às partes de difícil acesso.

BBC Brasil, BBC

17 de janeiro de 2012 | 12h39

Equipes de resgate usam explosivos para realizar buscas no navio Costa Concordia, que naufragou na noite da última sexta-feira na Itália.

O objetivo das explosões controladas é fazer buracos no casco do navio, para que as equipes cheguem às partes de mais difícil acesso.

O Costa Concordia naufragou perto da ilha de Giglio depois de se chocar com uma rocha.

Mais de 4.200 pessoas estavam a bordo do navio. Pelo menos seis morreram e outras 29 estão desaparecidas.

Segundo o Ministério das Relações Exteriores, todos os 57 brasileiros que estavam na embarcação foram resgatados com vida. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.