Equipes encontram equatoriano morto no atentado do ETA

As equipes de resgate que trabalham no prédio atingido pelo atentado realizado pelo ETA, localizaram nesta quarta-feira, dia 3, o corpo de Carlos Alonso Palate, de 34 anos.Ele é um dos dois equatorianos que desapareceram no atentado que a ETA perpetrou sábado no aeroporto de Madri, segundo informaram fontes da área de saúde.As autoridades acreditam que Palate estava dormindo em um edifício de estacionamentos que foi alvo de uma explosão no último sábado no aeroporto de Madri.Outro equatoriano, Diego Armando Estacio, 19, também estava no aeroporto, e aparentemente também estava dormindo em outro carro estacionado no prédio que desabou. Por estar muito próximo à van que foi utilizada para carregar os explosivos, é possível que não se encontrem os restos mortais de Estacio.A explosão do sábado pôs fim a uma trégua de nove meses entre o grupo separatista e as autoridades espanholas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.