Equipes fazem novas buscas após 2º terremoto no Haiti

Trabalhadores humanitários fazem buscas na capital do Haiti, Porto Príncipe, procurando por possíveis vítimas do tremor secundário que atingiu o país hoje, informou a Organização das Nações Unidas (ONU).

AE, Agencia Estado

20 de janeiro de 2010 | 15h17

Um helicóptero também foi enviado para fazer buscas na cidade de Petit-Goave, ao oeste, perto do epicentro do tremor que, segundo a Agência de Pesquisas Geológicas dos Estados Unidos (USGS), atingiu 6,1 graus na escala Richter, afirmou o escritório de coordenação de Assuntos Humanitários da ONU.

"Equipes de resgate saíram rapidamente de Porto Príncipe para ver se prédios haviam desabado e verificar se as pessoas não estavam sob os escombros", disse a porta-voz da coordenação, Elisabeth Byrs.

"Um helicóptero da ONU também decolou imediatamente na direção de Petit-Goave para avaliar a extensão dos danos", disse ela à agência "France Presse".

A cidade, localizada a dois quilômetros do epicentro do último tremor, está entre as áreas mais atingidas pelo terremoto de 12 de janeiro, que destruiu partes de Porto Príncipe e áreas ao redor, segundo a ONU.

As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Haititerremotobuscas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.