Equipes se focam em encontrar desaparecidos no Colorado

Com a diminuição do nível das águas em áreas inundadas do Colorado, as equipes de resgate estão mudando o foco dos esforços. As autoridades federais e estaduais de emergência disseram que mais de 3.000 pessoas já foram retiradas por ar e terra, mas os pedidos de resgate de emergência diminuíram. Por isso, os agentes estão aumentando os esforços para encontrar pessoas desaparecidas.

AE, Agência Estado

18 Setembro 2013 | 08h57

"Eles mudaram a resposta inicial para uma busca mais minuciosa", disse o tenente da Guarda Nacional do Colorado, Skye Robinson.

A última contagem do Estado mostrou que o número de pessoas desaparecidas caiu para 580 e o montante tende a ser reduzido à medida que os indivíduos voltam a se encontrar com as famílias.

Autoridades do Estado informaram que seis pessoas morreram e duas mulheres desaparecidas devem ter perdido a vida por causa das enchentes. Este número deve aumentar, no entanto. Segundo as autoridades, a busca por corpos pode levar semanas ou mesmo meses.

Com a redução da retirada de pessoas por ar, os agentes estaduais e municipais estão calculando o número de estradas danificadas, pontes que desabaram e linhas ferroviárias com problemas. Os esforços de reconstrução devem custar centenas de milhões de dólares e demorar meses, se não anos, para serem finalizados.

As avaliações iniciais começaram a ser feitas, mas muitas áreas permanecem inacessíveis e as emergência continuam a impedir uma compreensão completa da devastação. As estimativas iniciais apontam que mais de 19 mil casas foram danificadas ou destruídas nas áreas alagadas. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
EUACOLORADOINUNDAÇÕES

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.