Erdogan disputa terceiro mandato em eleição na Turquia

População vai às urnas no domingo para escolher entre partido governista ou alternativa secular.

BBC Brasil, BBC

12 de junho de 2011 | 09h27

Eleitores na Turquia vão às urnas neste domingo para decidir se o partido governista do primeiro-ministro Recep Tayyip Erdogan permanecerá no poder em um terceiro mandato.

Erdogan e sua sigla, o Partido da Justiça e Desenvolvimento (AK), comandam a Turquia há oito anos. O principal rival no pleito parlamentar de domingo é o Partido do Povo Republicano (CH), que está apostando em candidatos mais novos, para atrair jovens eleitores.

O conservador AK, de raízes islâmicas, tem a seu favor uma gestão que governou durante um período de forte crescimento econômico. Em março, o desemprego na Turquia foi de 11,5% - uma queda forte em relação aos 14,4% registrados no mesmo mês do ano anterior.

A economia é a principal plataforma do AK, que promete um novo programa governamental de construção civil, caso seja reeleito. Entre os projetos está um canal entre os mares Negro e Egeu, além de novas pontes, aeroportos e hospitais.

A sigla espera obter maioria de dois terços na eleição parlamentar, o que possibilitaria mudanças na constituição turca. O texto atual foi redigido durante a era de domínio militar no país.

O correspondente da BBC em Istambul Jonathan Head afirma que o AK está apostando no carisma de Erdogan, que é popular entre muitos turcos.

O oposicionista CH, sob o comando de Kemal Kilicdaroglu, se apresenta como alternativa secular, e prega valores social-democratas europeus para conquistar o voto da maioria. Há 30 anos o partido não chega ao poder.

A Turquia é integrante da aliança militar Otan e postula uma vaga na União Europeia.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.