Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
REUTERS/Ammar Abdullah
REUTERS/Ammar Abdullah

Erdogan e Putin querem cessar-fogo na Síria ‘assim que possível’

Turquia espera que trégua em Alepo comece em breve em razão do Aid al-Adha, festa muçulmana do sacrifício, que começa dia 12

O Estado de S.Paulo

09 de setembro de 2016 | 15h28

ANCARA - O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, conversou na quinta-feira por telefone com seu homólogo russo, Vladimir Putin, sobre um cessar-fogo "assim que possível" na Síria, informou a imprensa turca.

Ancara espera que haja uma trégua em Alepo, no norte da Síria, por ocasião do Aid al-Adha, a festa muçulmana do sacrifício, que começa na Turquia no dia 12 de setembro.

Erdogan disse a Putin que é essencial estabelecer um cessar-fogo "assim que possível", revelou a agência Anatolia. Os dois líderes concordaram em intensificar os esforços nesse sentido.

O chefe de Estado turco encontrou Putin e o presidente americano, Barack Obama, durante a reunião do G20 na China, e declarou que ambos avaliam ser essencial um acordo para a trégua em Alepo.

Ibrahim Kalin, porta-voz de Erdogan, declarou na terça-feira que um cessar-fogo em Alepo deve ser seguido por uma trégua de 48 horas, para verificar se as forças do regime e da oposição de fato suspenderam os combates.

A Rússia apoia o regime em Damasco enquanto a Turquia exige a saída do presidente sírio Bashar Assad. / AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.