Ernesto pode se transformar no primeiro furacão da temporada no Atlântico

A tempestade tropical Ernesto, que ganhou força e pode se transformar no primeiro furacão da temporada no Atlântico, castigará nas próximas horas a costa sul da ilha de Hispaniola, onde existe a possibilidade de "chuvas muito fortes".Os ventos máximos sustentados do Ernesto aumentaram para cerca de 95 km/h, com rajadas mais fortes, e é previsto fortalecimento adicional nas próximas 24 horas, informou o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos (NHC), com sede em Miami.O Ernesto poderá ter força de furacão à medida que passe da Jamaica e do ocidente do Haiti no domingo", advertiu o NHC. Para que uma tempestade tropical se transforme em furacão, seus ventos máximos sustentados devem chegar a 119 km/h.O NHC lembra que continua o "alerta de furacão" para as ilhas Cayman e para as províncias cubanas de Tunas, Granma, Holgúin, Santiago de Cuba e Guantánamo, no leste da ilha, o que indica a possibilidade de formação de um furacão nas próximas 36 horas.O Centro Nacional de Furacões recomenda também que seja emitido um aviso de tempestade tropical para a costa sul da República Dominicana, de Barahona à fronteira desse país com o Haiti.O Ernesto, quinta tempestade tropical da temporada de furacões, que começou em 1º de junho, se deslocava para o oeste-noroeste a cerca de 22 km/h e, se continuar nesta trajetória, seu centro passará nas próximas 24 horas para as proximidades do sul da ilha de Hispaniola, afirma o NHC em seu último boletim.A Jamaica se encontra sob alerta de ciclone, enquanto em Cuba foi decretada a "fase informativa" de furacões para as províncias de Cienfuegos, Matanzas, Havana, Cidade de Havana, Pinar del Río e o município especial de Ilha da Juventude.Os meteorologistas não descartam que o ciclone possa chegar aos EUA como um furacão de categoria 2 (em um máximo de cinco) na escala Saffir-Simpson.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.