Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Eruditos muçulmanos processam companhia aérea nos EUA

Seis eruditos muçulmanos acusaram a companhia aérea US Airways de discriminação e de violação dos direitos humanos por ter tirado o grupo de um vôo, informaram na terça-feira, 13, fontes judiciais.A queixa foi apresentada pelos imames. Eles afirmaram num documento judicial levado na segunda-feira a um tribunal federal de Mineápolis (Minnesota), que foram obrigados a descer algemados de um avião no ano passado.A queixa acrescenta que a medida foi tomada a pedido de um passageiro do avião, depois de os seis integrantes do grupo realizarem suas preces no aeroporto antes de embarcar.O processo, que exige uma indenização de valor não revelado, também inclui como acusada a Comissão Metropolitana de Aeroportos de Minnesota.Segundo a linha aérea os eruditos muçulmanos, todos residentes nos Estados Unidos, teriam expressado opiniões contrárias ao país. No entanto, os advogados afirmaram que eles não formularam declarações nem fizeram nada de suspeito.A Comissão Metropolitana e a linha aérea afirmaram que seus empregados atuaram "adequadamente" ao retirar os seis muçulmanos do avião.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.