Erupção de vulcão colombiano eleva nível de alerta

O alerta na região do vulcão Galeras, no sudoeste da Colômbia, foi elevado hoje para vermelho. Funcionários do governo ordenaram a retirada de 8 mil pessoas depois que o vulcão começou a expelir fumaça e cinzas. A pequena erupção, que não chegou a ser uma explosão, ocorreu às 4 horas, horário local (6 horas em Brasília).

AE, Agência Estado

25 de agosto de 2010 | 17h03

Martha Calvache, vice-diretora do Instituto Colombiano e Geologia e Mineração (Ingeominas), disse que o vulcão está "emitindo cinzas e foi detectada a existência de lava na cratera". "O vulcão está numa fase muito instável", acrescentou.

O vulcão Galeras, situado na província de Narino, perto da fronteira sul entre a Colômbia e o Equador, é o mais ativo do país, tendo registrado seis erupções nos últimos dois anos. Funcionários do Ingeominas disseram que o vulcão voltou a ficar ativo em 2004. Em 1993, uma erupção matou nove pessoas, dentre elas seis cientistas que desceram em sua cratera para recolher amostras de gases. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.