Escaladora sul-coreana desaparece na cordilheira do Himalaia

Ko Mim-young já é uma das poucas mulheres no mundo que subiu o Nanga Parbat, de 8.126 metros de altura

EFE,

12 de julho de 2009 | 01h10

Uma escaladora sul-coreana de 41 anos desapareceu após cair de uma altura de 6.200 metros quando descia a montanha paquistanesa Nanga Parbat, cuja pico, o nono mais alto da cordilheira do Himalaia, tinha atingido no sábado.

 

Os demais escaladores que acompanhavam Ko Mim-young e que a viram cair, pediram ajuda ao Governo paquistanês para empreender a busca, informou hoje o patrocinador da escaladora, a Kolon Sport, à agência sul-coreana "Yonhap".

 

Ko Mim-young já é uma das poucas mulheres no mundo que subiu o Nanga Parbat, de 8.126 metros de altura, e em maio de 2007 se tornou uma das asiáticas que chegaram ao cume do monte Everest.

Tudo o que sabemos sobre:
ANDESESSCALADORADESAPARECIDA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.