Escândalo dos grampos envolve outro jornal

O advogado Mark Lewis, que representa um grupo de vítimas dos grampos telefônicos do jornal News of the World, anunciou ontem um novo processo por invasão de privacidade, desta vez contra o grupo Trinity Mirror PLC, que publicava o Sunday Mirror, concorrente do tabloide de Rupert Murdoch. O advogado não revelou a identidade das pessoas que representa, mas entre elas estão os pais da jovem Milly Dowler, cujo celular foi grampeado e teve recados apagados, confundindo a polícia e a família.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.