Escolhido tribunal americano para atender a Guntánamo

Os estrangeiros detidos na base naval dos Estados Unidos em Guantánamo, Cuba, deverão contestar sua situação no Distrito de Colúmbia, que engloba a capital Washington, determinou um tribunal americano federal de apelações. A Corte Federal de Apelações do Nono Circuito, sediada em São Francisco, decidiu que o Distrito de Colúmbia é a jurisdição adequada para receber os casos dos 594 detentos mantidos em Guantánamo porque eles se encontram no exterior e processam o governo federal.

Agencia Estado,

09 de julho de 2004 | 14h20

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.