Escoteiro frustra atentado contra presidente das Maldivas

Um escoteiro de 15 anos conseguiuimpedir que um homem apunhalasse na terça-feira o presidente daRepública das Maldivas, Maumoon Abdul Gayoom. Gayoom, que escapou ileso, homenageou o adolescente MohamedJaisham, que brigou com o agressor e conseguiu apanhar a facade cozinha que ele usava. Por conta disso, sofreu um ferimentoprofundo na mão. "Fui salvo graças a Mohamed Jaisham e Alá", disse Gayoom emum pronunciamento nacional por rádio após o atentado. Por ironia do destino, Gayoom detém o título de"escoteiro-chefe das Maldivas". O ataque aconteceu na ilha de Hoarafushi, uma das maispopulosas do norte do arquipélago, com 3.000 moradores. Gayoomestava recebendo simpatizantes após inaugurar um projeto deenergia renovável. "Ele estava apertando as mãos dos seguidores quando umjovem veio e tentou esfaqueá-lo com uma grande faca decozinha", disse o porta-voz presidencial Mohamed Shareef àReuters, por telefone, do iate presidencial. "Ele foi salvo por um menino que entrou na frente dele,tentou agarrar a faca e sofreu um ferimento sério na mão. Opresidente não se feriu, mas a faca chegou a atingir suacamisa. Foi definitivamente uma tentativa de assassinato."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.