Escritório de Blair quer investigar caso do especialista em armas

O governo do primeiro-ministro Tony Blair quer fazer uma investigação independente se for confirmado que o corpo encontrado no centro da Inglaterra é mesmo o do conselheiro da secretaria da Defesa David Kelly, envolvido numa controvérsia sobre informações da inteligência britânica sobre armas do Iraque. A informação foi dada em Tóquio por um funcionário da assessoria de imprensa de Blair, que hoje está visitando o Japão. O funcionário falou sob a condição de anonimato um dia antes de a polícia britânica poder determinar se o corpo era de Kelly. Em Londres, o superintendente da polícia do Vale do Tâmisa, David Purnell, afirmou que a identificação "formal" do corpo encontrado numa área na cidade de Southmoor, a 30 quilômetros de Oxford, não deverá ocorrer antes de amanhã (sábado). O policial, no entanto, confirmou que o corpo tem características semelhantes às da descrição do conselheiro do Ministério da Defesa, David Kelly, cujo desaparecimento foi comunicado ontem. Segundo Purnell, o caso está sendo investigado como uma "morte não explicada". No entanto, o policial deu declarações manifestando condolências à família. Purnell declarou à agência Dow Jones que investigações estão sendo feitas na área verde onde o corpo foi encontrado. O local fica a oito quilômetros da casa de Kelly. O desaparecimento do cientista foi comunicado ontem à noite à polícia, após ele não ter retornado de uma caminhada vespertina. O governo britânico levantou suspeitas de que Kelly, de 59 anos, teria sido a fonte de uma matéria distribuída pela British Broadcasting Corp. (BBC), segundo a qual um assistente importante do premier Tony Blair teria insistido para que asserções ainda duvidosas sobre os armamentos estocados no Iraque fossem incluídas no dossiê sobre o país.O governo, que desmentiu as acusações, pediu para que a BBC confirmasse se Kelly tinha sido a fonte da matéria, mas a rede negou-se a revelar o nome do informante. Para ler mais sobre o caso: »Uma cronologia para ajudar a entender o caso David Kelly »Casa Branca libera documentos da CIA vinculados ao caso do Iraque »Secretaria da Defesa diz que David Kelly falou mesmo com BBC »Polícia avança na identificação de corpo de perito em armas britânico »Encontrado corpo na busca por especialista em armas do Iraque

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.