Escudo antimíssil dos EUA preocupa a Europa

O chanceler alemão Gerhard Schroeder advertiu hoje que os temores europeus sobre o projeto de escudo antimísseis dos EUA não deveriam definir as relações com o novo governo do presidente George W. Bush. O ministro da Defesa dos EUA, Donald Rumsfeld, garantiu, na Conferência de Política de Segurança, em Munique, que os países europeus serão sempre consultados sobre o tema.Para Schroder, os europeus não devem fazer conclusões prematuras sobre o projeto antimísseis até que os EUA esclareçam melhor seus planos defensivos. "Deveríamos trabalhar juntos para manter uma posição comum na política de controle armamentista", disse o chanceler alemão.

Agencia Estado,

03 de fevereiro de 2001 | 17h35

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.