Eslováquia envia soldados ao Golfo Pérsico

Os primeiros integrantes de uma unidade militar eslovaca especializada no combate a armas químicas partiu hoje para a região do Golfo, informa a agência de notícias estatal TASR. A unidade completa, de 69 homens, deve se reunir no final de semana. Os eslovacos vão se unir a uma unidade semelhante já enviada ao Kuwait pela República Checa. O grupo de combate a armas químicas vai se concentrar em ações humanitárias e em trabalhos de ?limpeza?, no caso de armas de destruição em massa virem a ser usadas.O ?status? das tropas pode mudar para o de força combatente se o Conselho de Segurança da ONU autorizar uma ação militar contra o Iraque. O Ministério da Defesa recusou-se a informar os locais e horários de embarque dos soldados. A Eslováquia, que deve se unir à Otan em 2004, respondeu rapidamente a um pedido americano de apoio. A nação de 5,4 milhões de habitantes abriu seu espaço aéreo, rodovias e ferrovias para o transporte de material militar dos EUA.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.