Eslováquia fornecerá gás natural para a Ucrânia

A Eslováquia concordou em utilizar a inversão de fluxo para enviar gás natural para a Ucrânia, que sofre ameaças da Rússia sobre um corte no fornecimento do combustível devido a uma dívida entre os dois países.

BRATISLAVA, Agência Estado

26 de abril de 2014 | 20h46

O operador do gasoduto eslovaco Eustream informou que o governo da Eslováquia e o governo ucraniano chegaram a um acordo durante conversações em Kiev.

Em um comunicado divulgado neste sábado, o operador disse que os dois países assinarão um memorando de compreensão na segunda-feira.

A Eslováquia vai utilizar um gasoduto que atualmente não está sendo utilizado e que é capaz de suprir até um quinto da demanda ucraniana por gás.

A Ucrânia queria que o governo eslovaco fornecesse gás através de outros quatro gasodutos que transportam o gás russo através da Ucrânia para a Eslováquia e para a Europa Central. A medida, no entanto, foi rejeitada porque violaria o acordo do país com a empresa russa Gazprom.

Tudo o que sabemos sobre:
UcrâniaGás NaturalEslováquia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.