Espanha anuncia pacote de 33 bi de euros para ajudar economia

Medida é resposta a efeitos da crise no país: PIB sofreu retração de 0,2% no 3º tri e desemprego subiu a 11,3%

AE E Agências Internacionais,

13 de dezembro de 2008 | 16h40

O primeiro-ministro da Espanha, José Luis Rodríguez Zapatero, anunciou que seu governo deverá investir 33 bilhões de euros em 2009 para reviver a economia. Durante reunião neste sábado com prefeitos do Partido Socialista Operário Espanhol (PSOE), Zapatero disse que 2009 "será um ano histórico em termos de lançamento de programas de obras públicas". Veja também:Portugal aprova pacote de estímulo econômico de 2,18 bi de eurosCanadá anuncia ajuda de US$ 3,3 bilhões às montadorasDe olho nos sintomas da crise econômica  Dicionário da crise Lições de 29Como o mundo reage à crise  Dos 33 bilhões de euros, 19 bilhões serão destinados às obras de infra-estrutura de transportes, 5 bilhões em projetos ligados à proteção do meio ambiente e 8 bilhões serão repassados aos governos regionais e às prefeituras. Os números citados por Zapatero incluem os 11 bilhões de euros em gastos públicos que já haviam sido anunciados no dia 27 de novembro. A economia espanhola, que havia se tornado uma das mais dinâmicas da Europa depois do fim da ditadura do general Francisco Franco, em 1975, vem sendo duramente afetada pela crise internacional; o PIB do país sofreu uma retração de 0,2% no terceiro trimestre e a taxa de desemprego saltou para 11,3%, bastante superior à media dos países da zona do euro, que ficou em 7,6%.

Tudo o que sabemos sobre:
espanhapacotecrise

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.