Espanha apoiará ataque ao Iraque mesmo sem a ONU

O primeiro-ministro da Espanha, José Maria Aznar, disse ao presidente norte-americano, George W. Bush, que a Espanha poderá apoiar eventual ofensiva norte-americana contra o Iraque, mesmo sem uma resolução favorável das Nações Unidas. Segundo nota distribuída esta manhã, Aznar disse a Bush por telefone, ontem à noite, que uma resolução da ONU endossando ação militar contra o Iraque é desejável, mas não essencial. A Espanha quer que todos os caminhos diplomáticos sejam tentados. Mas se esses esforços não forem suficientes para levar Saddam Hussein a readmitir os inspetores de armas das Nações Unidas, a Espanha deverá apoiar uma intervenção militar dos EUA no Iraque, disse Aznar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.