Espanha diz apoiar campanha para Estado palestino

A Espanha espera que uma reunião de ministros da União Europeia no dia 2 de setembro vá trazer progresso para o reconhecimento de um Estado palestino, disse a ministra das Relações Exteriores, Trinidad Jimenez.

REUTERS

21 de agosto de 2011 | 11h35

"Há a sensação de que agora é a hora de fazer algo, para dar aos palestinos a esperança de que um Estado pode se tornar realidade," ela disse em uma entrevista publicada pelo jornal El Pais no domingo.

"Temos que lhes dar algum sinal, porque se não pode gerar uma grande frustração para o povo palestino."

A reunião dos ministros das Relações Exteriores da UE em Sopot, na Polônia, acontece antes da Assembleia Geral das Nações Unidas, em setembro, onde o presidente Mahmoud Abbas vai tentar atualizar o 'status' dos palestinos, mas é improvável que eles saiam como membros da ONU.

O mais provável é uma atualização dos territórios palestinos de "observadores" para um Estado não-membro da organização, o que não precisaria de aprovação do Conselho de Segurança e elevaria os territórios à mesma condição do Vaticano.

(Reportagem de Sonya Dowsett)

Tudo o que sabemos sobre:
ONUESPANHAPALESTINA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.