Jorge Guerrero/AFP
Jorge Guerrero/AFP

Espanha e Reino Unido chegam a acordo sobre fronteira de Gibraltar

Território permanecerá parte dos acordos da União Europeia, como o espaço Shengen, de livre circulação de pessoas

Redação, O Estado de S.Paulo

31 de dezembro de 2020 | 11h41

A Espanha chegou a um acordo inicial com o Reino Unido sobre o status pós-Brexit de Gibraltar, disse a ministra das Relações Exteriores da Espanha, Arancha Gonzalez Laya, na quinta-feira, 31.

O território britânico ultramarino localizado no extremo sul da Península Ibérica permanecerá parte dos acordos da União Europeia, como o espaço Shengen, de livre circulação de pessoas da UE, afirmou Gonzalez Laya a jornalistas.

Madri e Londres estavam negociando como policiar a fronteira terrestre entre a Espanha e Gibraltar, medida que não fez parte do acordo comercial Brexit entre a UE e o Reino Unido, que foi anunciado na véspera de Natal.

"Quase no último minuto, a negociação foi concluída com êxito e o relógio parou de correr", disse o ministro-chefe de Gibraltar, Fabian Picardo. "Estamos no início da criação de uma área de prosperidade compartilhada".

Picardo também informou que não existem aspectos do quadro que tenham sido acordados que transgridam a posição do território sobre soberania, jurisdição ou controle.

 

No referendo do Brexit de 2016 no Reino Unido, 96% dos eleitores em Gibraltar apoiaram a permanência na União Europeia. O território foi cedido à Grã-Bretanha em 1713, mas a Espanha mantém sua reivindicação de soberania sobre ele.

Muito depende do resultado de Gibraltar, que precisa de acesso ao mercado da UE para sua pequena economia. O território é o lar de cerca de 34 mil pessoas. Mais de 15 mil pessoas vivem na Espanha e trabalham em Gibraltar, representando cerca de 50% do mercado de trabalho. /AP, Reuters

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.