Espanha expressa apoio à criação de Estado palestino

Presidente palestino busca apoio de países para reconhecimento de Estado; amanhã ele vai à Turquia

AE, Agência Estado

19 de julho de 2011 | 14h55

Presidente palestino Abbas cumprimenta o rei da Espanha, enquanto chanceler observa

 

MADRI - A ministra de Relações Exteriores da Espanha, Trinidad Jimenez, disse nesta terça-feora, 19, ao presidente palestino Mahmoud Abbas que seu país apoia os esforços para a criação de um Estado palestino independente.

 

Abbas se reuniu com Jimenez e com o rei Juan Carlos no início de uma visita de dois dias ao país, que tem como objetivo reunir apoio para o reconhecimento, na Organização das Nações Unidas (ONU), do Estado palestino, em setembro.

 

"A ministra expressou o desejo de continuar o trabalho, que já vem sendo realizado nos últimos anos, para fortalecer os laços e apoiar os esforços da Autoridade Palestina (AP) para a construção do futuro Estado palestino", disse o Ministério espanhol de Relações Exteriores em comunicado.

 

Jimenez também disse a Abbas que a tentativa de reconhecimento do Estado palestino é legítima e que a Espanha vai determinar sua posição "baseada nas propostas que surgirem, numa atmosfera construtiva".

 

Amanhã, Abbas vai se encontrar com o primeiro-ministro José Luiz Rodríguez Zapatero em Madri antes de ir para Barcelona, onde vai se reunir com o marroquino Youssef Amrani, o novo secretário-geral da União para o Mediterrâneo. Ele chegou à Espanha vindo da Noruega e amanhã segue para a Turquia.

 

Os Estados Unidos não aprovam a ideia do reconhecimento na ONU e pediram aos palestinos e a Israel que não tomem medidas unilaterais que possam prejudicar um acordo final de paz.

 

As informações são da Dow Jones

Tudo o que sabemos sobre:
palestinosEstadoEspanhaONUAbbas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.