Espanha indicia novos 22 nomes por acidente com trem

O responsável pela investigação do acidente com um trem que deixou 79 mortos na Espanha indiciou 22 novas pessoas envolvidas na infraestrutura da empresa como suspeitos pelo acidente.

AE, Agência Estado

25 Setembro 2013 | 19h46

Um comunicado do tribunal afirma que o juiz Luis Alaez intimou funcionários da empresa, incluindo os três presidentes mais recentes, a prestarem declarações como responsáveis pelo acidente entre os dias 9 de outubro e 11 de dezembro.

Funcionários da empresa que estavam à bordo do trem e administradores responsáveis pela segurança da rota próxima a Santiago de Compostela, onde aconteceu o acidente em 24 de julho, estão entre os que serão ouvidos pelo juiz. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Espanhaacidentetrem

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.