Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Espanha: polícia detém 11 por exploração de mulheres

A polícia espanhola disse que deteve 11 homens quando desmantelou duas gangues de proxenetas que forçaram mulheres jovens da Romênia a se prostituírem, ao mesmo tempo que as obrigavam a se casarem com comparsas de países extracomunitários, que assim adquiriam o direito de permanecer na UE.

AE, Agência Estado

19 de março de 2012 | 14h36

Um comunicado divulgado nesta segunda-feira pela polícia espanhola disse que as duas gangues de cafetões atuavam nas cidades do sul e leste da Espanha, com centro das operações em Valência e ramificações em Portugal e na Alemanha. Um dos grupos era especializado em falsificar documentos para arrumar casamentos entre mulheres romenas e capangas que geralmente vinham da Nigéria. Isso permitia que os nigerianos, extracomunitários, obtivessem permissão de residência na UE.

A polícia disse que os cafetões recrutavam as mulheres na Romênia e retinham os passaportes das vítimas quando elas chegavam à Espanha. Ela eram obrigadas a trabalhar como prostitutas até "pagarem" as dívidas decorrentes da viagem à Espanha e estadia nos bordeis.

As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.