Espanha: Prado abrirá segunda-feira para aumentar renda

O Museu do Prado espera que seu novo calendário de funcionamento, com aberturas às segundas-feiras e portanto nos sete dias da semana, traga uma renda extra e ajude a instituição a sobreviver após um corte de 25% nos subsídios do governo espanhol. O diretor do Prado, Miguel Zugaza, disse nesta quinta-feira que com a abertura todos os dias da semana o número de visitantes deverá crescer em até 250 mil por ano. Esses visitantes, espera-se, trarão uma renda extra de ? 1,5 milhão (US$ 1,9 milhão). A abertura na segunda-feira começa dia 23.

AE, Agência Estado

19 de janeiro de 2012 | 16h12

O Prado em Madri é o principal museu da Espanha e recebeu 2,9 milhões de visitantes em 2011. Zugaza disse que a renda extra representará um aumento de 15% nos ? 10 milhões que o museu arrecada com a venda de ingressos por ano. O Prado espera cobrir 60% do seu orçamento com renda própria até 2013.

Com os cortes anunciados pelo governo em meio à crise financeira espanhola, o subsídio ao Prado cairá de ? 24 milhões para ? 18 milhões até 2013. O orçamento é de ? 43 milhões.

As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.