Espanha prende dois supostos membros do ETA

Dois supostos membros do Pátria Basca e Liberdade (ETA) foram presos menos de 24 horas após o grupo separatista anunciar um cessar-fogo permanente, informou hoje o Ministério do Interior da Espanha.

AE, Agência Estado

11 de janeiro de 2011 | 10h13

Um dos suspeitos é especialista em computadores e foi preso em uma operação conjunta com a polícia francesa na cidade de Ciboure, na França, disse um funcionário do ministério. A namorada dele foi detida no povoado costeiro de Zarautz, no lado espanhol da fronteira.

As prisões sugerem que o governo espanhol não abandonará seus esforços contra o ETA, apesar do cessar-fogo decretado ontem pelo grupo. O primeiro-ministro José Luis Rodríguez Zapatero e o ministro do Interior se negaram a negociar e disseram que o anúncio do ETA não é suficiente, pois é preciso que ocorra a dissolução do grupo. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
EspanhaETAprisão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.