Espanha prende oito suspeitos de ligação com ETA

A polícia da Espanha anunciou hoje a detenção de oito pessoas suspeitas de integrar uma célula do grupo separatista basco ETA (Pátria Basca e Liberdade), informou uma fonte nos serviços de segurança do país. Os detidos hoje são suspeitos de participação em uma série de recentes ataques atribuídos ao grupo ou reivindicados pela organização separatista. Os oito suspeitos foram presos em operações policiais realizadas na cidade basca de Bilbao, no norte da Espanha, e em seus arredores.De acordo com policiais, um dirigente do ETA identificado como Arkaitz Goikoetxea encontra-se entre os detidos. Entre os ataques atribuídos à célula desarticulada hoje está a explosão promovida em maio contra um quartel da Guarda Civil em Legutiano, na qual um policial morreu. Desde 1968, quando o ETA iniciou sua campanha pela independência do País Basco, região que compreende partes do nordeste da Espanha e do sudoeste da França, os ataques do grupo provocaram a morte de mais de 820 pessoas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.