Espanha: profissionais da saúde protestam

Cerca de 10 mil médicos, enfermeiros e funcionários de hospitais protestaram neste domingo em Madri contra os cortes de orçamento e privatizações do governo, na última onda de demonstrações contra as medidas de austeridade.

Agência Estado

18 de novembro de 2012 | 15h37

Por várias semanas, os funcionários ocuparam cerca de 20 hospitais da capital espanhola e arredores em oposição à decisão do governo regional de privatizar seis unidades sob o corte de gastos para 2013.

No sábado, cerca de 5 mil policiais marcharam no centro de Madri para protestar contra cortes salariais. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Espanhaprotestos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.