AP Photo/Virginia Mayo
AP Photo/Virginia Mayo

Espanha promete impedir retorno de líder catalão do exílio

Carles Puigdemont, exilado na Bélgica desde o final de outubro, disputa mais uma vez a presidência de sua região, mas corre o risco de ser preso por rebelião, sedição e desvio de fundos públicos se retornar para a Espanha

O Estado de S.Paulo

23 Janeiro 2018 | 12h28

MADRI - O ministro espanhol do Interior, Juan Ignacio Zoido,  assegurou nesta terça-feira que as forças de ordem estão em alerta em "todos os lugares" no país para evitar que o separatista catalão Carles Puigdemont retorne em segredo à Espanha "por helicóptero ou barco" ou "no porta-malas de um carro".

+ Parlamento catalão propõe Puigdemont como governador da região

Carles Puigdemont, exilado na Bélgica desde o final de outubro, disputa mais uma vez a presidência de sua região, mas corre o risco de ser preso por rebelião, sedição e desvio de fundos públicos se retornar para a Espanha.

Questionado sobre a possibilidade de ele cruzar a fronteira escondido para ser investido presidente pelo parlamento catalão, o ministro respondeu à televisão pública espanhola TVE: "Estamos trabalhando para que isso não aconteça".

"Nós vamos nos certificar que ele não entre (no parlamento), nem mesmo no porta-malas de um carro", disse Zoido, confessando estar "muito preocupado porque não sabemos o que esperar de uma pessoa com tal conduta".

Com especialistas da Guarda Civil e da Polícia Nacional, "trabalharemos intensamente - manhã, tarde e noite - para que ele não possa entrar em segredo", insistiu.

Líder deposto defende sua capacidade de governar a Catalunha mesmo na Bélgica

O ministro acusou Puigdemont de ter "montado um circo" no exterior, garantindo que "o peso da justiça cairá sobre ele também", em referência aos três deputados separatistas já presos.

Os juristas do parlamento catalão já "disseram que uma posse a distância não é possível", ressaltou Zoido. / AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.