Espanha quer compensação por acusação sobre E.coli

A Espanha informou que exigirá da Alemanha, em uma reunião emergencial da União Europeia (UE) marcada para amanhã, "100%" de compensação por culpar erroneamente os pepinos espanhóis pelo surto da bactéria Escherichia coli (E.coli).

GABRIELA MELLO, Agência Estado

06 de junho de 2011 | 14h59

"O setor e os governos regionais ainda estão tentando estimar [os prejuízos], de modo que amanhã, na reunião extraordinária da UE sobre agricultura, nós possamos colocar os números na mesa", afirmou hoje Rosa Aguilar, ministra de Agricultura da Espanha.

"Nós dissemos à Alemanha que deve nos reembolsar pela perda. Se cobrir 100%, que é o que estamos exigindo, o assunto será encerrado. Caso contrário, nós temos direito de tomar ação judicial", disse ela à emissora pública de TV. "Não permitiremos que nossos produtores percam um centavo, porque eles não são culpados".

Os ministros de Agricultura e de Segurança Alimentar da UE devem se reunir amanhã em Luxemburgo para discutir o surto da E.coli, que já matou ao menos 23 pessoas na Europa, sendo 22 apenas na Alemanha. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.