Espanha recebe proposta líbia que busca cessar-fogo

A Espanha recebeu uma mensagem do primeiro-ministro da Líbia, Al-Baghdadi al-Mahmoudi, buscando um cessar-fogo no país do norte da África, afirmou hoje um porta-voz do governo de Madri. "Nós recebemos uma mensagem do governo líbio buscando um acordo para um possível cessar-fogo", disse um porta-voz do escritório do primeiro-ministro José Luis Rodríguez Zapatero.

AE, Agência Estado

26 de maio de 2011 | 10h50

"A Espanha tem o mesmo a dizer nisso que outros governos europeus", acrescentou o funcionário. "Claro que todos somos a favor de um cessar-fogo na Líbia, mas para isso é preciso haver uma série de condições, circunstâncias políticas." O premiê enviou a mensagem a Madri, segundo o funcionário.

Também hoje, a União Africana (UA) pediu o fim dos ataques aéreos da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) na Líbia, a fim de abrir caminho para uma solução política para o conflito. O mais graduado funcionário da UA para assuntos de segurança, Ramtane Lamamra, disse que esse pedido estará em um comunicado a ser divulgado por líderes do grupo africano.

A Líbia vive uma crise há meses, com protestos pelo fim do governo de Muamar Kadafi e confrontos com centenas de mortes. A Otan tem atacado posições no país, amparada por uma resolução do Conselho de Segurança (CS) da Organização das Nações Unidas (ONU) pela proteção de civis. Há um confronto entre rebeldes, sediados em Benghazi, e as forças oficiais que ainda controlam Trípoli, a capital. Nas últimas semanas, porém, o quadro na disputa militar é de impasse e Kadafi se recusa a renunciar. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.