Espanha reconhece oposição síria

A Espanha anunciou nesta quinta-feira que decidiu reconhecer a Coalizão Nacional Síria, de oposição ao regime do presidente Bashar Assad, como representante legítima do povo. O governo do primeiro-ministro, Mariano Rajoy, também convidou o chefe da oposição síria, Ahmed Moaz al-Khatib, a visitar a Espanha.

AE, Agência Estado

29 de novembro de 2012 | 10h06

O anúncio foi feito pelo ministro das Relações Exteriores, José Manuel Garcia-Margallo, em uma entrevista na noite de ontem (horário local), e a informação foi confirmada hoje em um comunicado do ministério. Madri também pediu a saída de Assad.

As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
ESPANHASÍRIA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.