EFE/Susanna Sáez
EFE/Susanna Sáez

Espanha registra 757 mortes por coronavírus em 24 horas

País ibérico volta a registrar alta no número diário de mortes pelo segundo dia após dias de queda

Redação, O Estado de S.Paulo

08 de abril de 2020 | 08h16

Madri - A Espanha voltou a registrar aumento no número de mortes diárias em decorrência do novo coronavírus. O ministério da Saúde do país confirmou nesta quarta-feira, 8, que 757 mortes por covid-19 foram notificadas nas últimas 24 horas. O número de casos confirmados chegou a 146.690.

É o segundo dia que o número de casos fatais aumenta no país ibérico. Após dias de diminuição do número diário de mortes, que deram esperanças de que a pandemia poderia estar perdendo força no país, a Espanha voltou a registrar aumento no número de mortes a partir de terça. Ao todo, 14.555 pessoas morreram no país.

Se por um lado houve crescimento nos últimos dois dias, os números são inferiores aos contabilizados na semana passada, quando o número de mortes diária superou a marca das 900 em duas oportunidades.

Em termos percentuais, o aumento tanto de óbitos quanto de novos casos se manteve estável nesta quarta. Conforme as autoridades sanitárias, essa tendência confirma que a epidemia se estabilizou. Também como dado positivo, o número de pessoas que receberam alta subiu hoje, a 48.021, um terço do total de casos notificados.

As regiões mais afetadas continuam sendo Madri, com pouco mais de um terço dos falecimentos (5.586), e Catalunha, onde as mortes chegam a 3.041.

Para frear os contágios, os 46,6 milhões de espanhóis se encontram, desde 14 de março, sob um rígido confinamento. Prorrogada pelo Executivo até pelo menos até 25 de abril, a medida espera apenas a ratificação do Congresso na quinta-feira. /AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.