REUTERS/Juan Medina
REUTERS/Juan Medina

Espanha registra menor número de mortes diárias por coronavírus em 19 dias

Número de 510 mortos registrado neste sábado aponta para uma queda no ritmo diário da doença no país

Redação, O Estado de S.Paulo

11 de abril de 2020 | 10h10

MADRI - A Espanha registrou neste sábado, 11, o menor número de mortes diárias em decorrência do novo coronavírus em 19 dias. De acordo com o ministério da Saúde do país, 510 falecimentos foram notificados nas últimas 24 horas, 100 a menos do que o número observado na sexta-feira, 10, e menor valor desde 23 de março.

Os números deste sábado apontam para uma queda no ritmo diário de mortes no país ibérico, que teve dois dias consecutivos de redução do número de mortos. A Espanha é o terceiro país mais afetado pelo covid-19, atrás da Itália e dos Estados Unidos, novo foco da pandemia, que ultrapassou os espanhóis em número de mortos recentemente.

As autoridades insistem que não é hora de "baixar a guarda" e, a partir de segunda-feira (13), iniciará uma campanha de distribuirão de máscaras no transporte público, coincidindo com a retomada de atividades não essenciais, como construção civil e indústria, após duas semanas de paralisação geral e quatro de confinamento.

Os casos confirmados na Espanha chegam a 161.852, o que representa 3,1% a mais, porcentual semelhante ao do dia anterior. Até o momento, 59.109 pessoas se recuperaram da doença, 3.441 a mais que na sexta-feira.

Apesar do retorno de atividades essenciais, medidas de isolamento social continuarão valendo pelo menos até 25 de abril, e reduzindo ao mínimo o tráfego de veículos, trens e aviões. Milhares de patrulhas policiais percorrem as ruas e rodovias do país para verificar o cumprimento do confinamento e já impuseram dezenas de milhares de multas aos infratores. 

Além disso, o governo espanhol anunciou neste sábado a extensão por 14 dias dos controles nas fronteiras terrestres com a França e Portugal. "Estará em vigor até 00h00 do dia 26 de abril", afirmou o Executivo. Esses controles foram restabelecidos em 16 de março e não afetam os cidadãos espanhóis ou estrangeiros residentes na Espanha, nem o transporte de mercadorias e trabalhadores transfronteiriços./ AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.