Espanha rejeita asilo político a filho de bin Laden

A Espanha rejeitou hoje o pedido de asilo político feito por Omar Osama bin Laden, filho do milionário saudita Osama bin Laden, líder da rede extremista Al-Qaeda. Ele tem 24 horas para apelar da decisão do governo espanhol.Omar, de 27 anos, viajou à Espanha no início da semana e desde então encontra-se dentro de uma área de trânsito no Aeroporto Internacional de Barajas, em Madri, informou um funcionário do Ministério de Interior do país. "O Ministério de Interior não aceitou o pedido de asilo porque ele não atende às condições necessárias para entrar na Espanha", disse o funcionário, sob a condição de anonimato.A fonte não entrou em detalhes e recusou-se a comentar quais são os motivos alegados por Omar Osama bin Laden para o pedido de asilo. Omar, um dos 19 filhos de Osama bin Laden, é um negociante que vive no Cairo com a esposa. Ele não renunciou ao pai, mas no passado chegou a dizer que gostaria de atuar como um "embaixador da paz" entre o Ocidente e o mundo islâmico.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.