Enrique Calvo/REUTERS
Enrique Calvo/REUTERS

Espanha retoma voos com Brasil, mas mantém quarentena por covid-19

Medida passa a valer a partir do dia 3 de agosto; isolamento deve durar 10 dias

Redação, O Estado de S.Paulo

31 de julho de 2021 | 11h48

MADRI - A Espanha vai suspender as restrições para voos procedentes de Brasil e África do Sul, mas impor uma quarentena de dez dias para estes viajantes, informou um decreto publicado no Diário Oficial deste sábado, 31. Os viajantes deverão ainda apresentar cartela de vacinação completa, um teste negativo, ou prova de contágio recente. A medida passa a valer a partir do dia 3 de agosto.

Apesar de não estarem mais submetidos a restrições tão severes como há alguns meses, os dois países ainda estão classificados como "alto risco para covid-19", afirma o decreto.

Brasil e África do Sul juntam-se à lista de países submetidos à quarentena desde 27 de junho e na qual também constam Argentina, Colômbia, Bolívia e Namíbia.

Desde fevereiro, a Espanha proibiu a chegada de voos do Brasil e da África do Sul, exceto para cidadãos espanhóis e de Andorra, para os residentes estrangeiros na Espanha e Andorra e passageiros em trânsito internacional para um país fora do espaço Schengen com uma escala de menos de 24 horas (obrigados a permanecer no aeroporto).

A Espanha sofre uma nova onda de casos de covid há várias semanas (687 casos a cada 100 mil habitantes nos últimos 14 dias, segundo dados de sexta-feira) e várias regiões reinstauraram restrições.

Esses casos são menos graves do que os das ondas anteriores, graças ao avanço da campanha de vacinação: cerca de 57% da população está completamente vacinada e 67% recebeu pelo menos a primeira dose, segundo os últimos dados oficiais. /EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.