Espanha tem mais de 5 milhões de desempregados

O número de desempregados na Espanha subiu 295.300 no quarto trimestre de 2011, na comparação com o terceiro trimestre, para 5,27 milhões. O número é igual a 22,85% da força de trabalho, mais de duas vezes a taxa média de desemprego da zona do euro, que ficou em 10,3% em novembro, de acordo com dados divulgados nesta sexta-feira pela agência de estatísticas Eurostat. No terceiro trimestre do ano passado, a taxa de desemprego da Espanha havia ficado em 21,52%. Já o Instituto de Estatísticas Nacionais da Espanha reportou que no final de dezembro de 2011, 48% dos desempregados eram jovens com menos de 25 anos de idade. A Espanha tem atualmente 1,6 milhão de lares sem nenhuma pessoa com um emprego formal.

AE, Agência Estado

27 de janeiro de 2012 | 16h39

A economia espanhola passa por um rápido processo de desaquecimento nos últimos meses. O Banco Central espanhol informou esta semana que o Produto Interno Bruto (PIB) provavelmente encolheu 0,3% no quarto trimestre de 2011. A piora no desemprego eleva a pressão sobre o primeiro-ministro Mariano Rajoy, que assumiu no mês passado e deve apresentar planos de reformas para impulsionar a economia nas próximas semanas.

"É um relatório negativo e ele fará o governo trabalhar com uma intensidade ainda maior", disse a vice-primeira-ministra espanhola, Soraya Saenz de Santamaría. Ela citou, entre as medidas tomadas para reverter a situação, a aprovação nesta sexta-feira de uma lei de disciplina fiscal que penalizará os governos regionais espanhóis que tiverem déficits no orçamento a partir de 2020. O ministro de Finanças, Cristóbal Montoro, disse que as regiões terão até 2020 para manter os gastos sob controle. Se estourarem o orçamento, serão multadas em 0,2% do PIB regional.

As informações são da Associated Press e da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.