Espanhóis estão menos preocupados com o terrorismo

Seis meses após os atentados de 11 de março, o terrorismo passou para segundo lugar nas preocupações dos espanhóis, atrás do desemprego, de acordo com uma sondagem publicada hoje no jornal El País. O desemprego preocupa 52,2% dos espanhóis, enquanto o terrorismo em geral - basco e islamita - representa uma preocupação para 35,6%, de acordo com a pesquisa de opinião do instituto Opina, feita com uma amostra de mil pessoas.Em Abril, mês seguinte ao dos atentados - que fizeram 191 mortos e 1.900 feridos em Madri - o terrorismo em geral tinha sido a principal fonte de preocupação para 60,9% dos espanhóis.Isoladamente, o terrorismo islamita fica na sondagem hoje divulgada na quarta posição (29,1%), logo atrás da imigração (30,7%). A situação económica do país aparece no quinto e último lugar entre as preocupações dos espanhóis, com 20,1% do total.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.