Espanhóis são presos por venda de helicópteros ao Irã

A polícia espanhola deteve oito pessoas que supostamente planejaram a venda de helicópteros de transporte militar da Espanha ao Irã. Os helicópteros foram comprados em Israel. O ministro do Interior da Espanha, Alfredo Pérez Rubalcaba, disse que cinco empresários espanhóis e três iranianos que foram até Madri para finalizar o negócio foram detidos.

AE, Agência Estado

26 de maio de 2011 | 19h40

Um comunicado do Ministério do Interior informa que nove helicópteros Bell 212, fabricados nos Estados Unidos, foram confiscados em armazéns perto de Madri e também em Barcelona. A polícia espanhola também confiscou peças de helicópteros que, indicam as investigações, seriam enviadas à Venezuela. A Organização das Nações Unidas (ONU) impôs um embargo de armas ao Irã. A polícia espanhola calcula que o valor da transação alcançou 100 milhões de euros(US$ 140 milhões). As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
prisãoEspanhavendahelicópterosIrã

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.