Espanhola suicida-se momentos antes de ser despejada

Uma mulher de 53 anos morreu nesta sexta-feira depois de pular do quarto andar de um prédio na cidade espanhola de Bilbao no momento em que oficiais de justiça aproximavam-se para despejá-la de seu apartamento por não ter quitado parcelas do financiamento imobiliário.

AE, Agência Estado

09 de novembro de 2012 | 12h57

A identidade da mulher não foi divulgada. O Ministério de Interior regional limitou-se a informar que ela era casada um ex-vereador de Bilbao, no norte da Espanha, e que tinha uma filha de 21 anos.

No local da morte, o magistrado local Juan Carlos Mediavilla disse a jornalistas que "é necessário mudar a lei atual que rege a execução de hipotecas" para evitar que episódios como o de hoje se repitam.

Trata-se da segunda morte ocorrida recentemente na Espanha relacionada a ordens de despejo por inadimplência do mutuário.

Em 25 de outubro, José Miguel Domingo, de 53 anos, foi encontrado morto na área comum do prédio onde morava momentos antes da chegada dos oficiais de justiça que pretendiam despejá-lo. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Espanhadespejomorte

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.