Esposa de ministro indiano é encontrada morta em hotel

A esposa do ministro indiano Shashi Tharoor foi encontrada morta na noite de ontem em um hotel cinco estrelas de Nova Délhi, depois de ter se envolvido em uma briga no Twitter com alguém que ela acusava de perseguir seu marido. O corpo de Sunanda Pushkar foi descoberto pelo marido, seu secretário pessoal e funcionários do The Leela Palace, onde o casal havia feito check-in, revelou Deepak Mishra, que chefia a divisão de crimes da polícia de Nova Délhi.

AE-DJ, Agência Estado

18 de janeiro de 2014 | 08h21

Relatório da autópsia divulgado neste sábado apontou "morte súbita não natural". Mais testes precisam ser feitos para determinar a causa final da morte de Sunanda Pushkar e os resultados só serão divulgados dentro de dois a três dias, afirmou Sudhir Gupta, um dos médicos que conduziu a autópsia, a repórteres.

A esposa do ministro estava com 52 anos de idade. Em uma série de mensagens em sua conta do Twitter, Sunanda Pushkar alegou que a jornalista paquistanesa Mehr Tarar estava tentando arruinar seu casamento e a acusou de ser uma "agente" da agência de inteligência do Paquistão. Em entrevistas a canais de televisão indianos, Tahar negou as acusações. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
ÍNDIAESPOSAMINISTROMORTA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.