Esquerdista eleito no Equador agradece telefonema de Bush

O presidente eleito do Equador, Rafael Correa, parece ter ficado com outra impressão do presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, depois de uma conversa por telefone com o líder americano. Bush ligou para o político esquerdista na quinta-feira, para parabenizá-lo pela vitória eleitoral do último domingo.Durante sua campanha para presidente, Correa chegou a qualificar Bush como "um tremendo retardado". Ainda assim, o presidente americano telefonou na para Correa.Questionado por um jornalista sobre se Bush teria demonstrado algum ressentimento durante a conversa, Correa afirmou que, com o telefonema, Bush "demonstrou toda sua nobreza".Correa tem causado calafrios em Washington por causa de sua defesa da limitação do pagamento da dívida externa equatoriana e de sua amizade com o presidente da Venezuela, Hugo Chávez.Adotando uma linha de ataque a Bush parecida com a de Chávez, Correa disse em setembro que o presidente americano era "o diabo em pessoa" e não passava de um "tremendo retardado".No fim da campanha, Correa reconheceu que "talvez tenha sido um pouco imprudente" ao fazer tais declarações.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.