Olivier Douliery/EFE
Olivier Douliery/EFE

'Essas tragédias precisam acabar', afirma Obama em Newtown

Presidente dos EUA discursa em vigília pelas vítimas do massacre na escola Sandy Hook

O Estado de S.Paulo,

16 de dezembro de 2012 | 23h57

 O presidente dos  Estados Unidos, Barack Obama, discursou no domingo em uma homenagem às vítimas do massacre que deixou 28 mortos na escola fundamental de Sandy Hook, em Newtown, Connecticut. Obama elogiou a coragem dos sete professores e funcionários do colégio que morreram na sexta-feira, quando o atirador Adam Lanza invadiu a escola com duas pistolas e um fuzil e atirou indiscriminadamente contra crianças pequenas. 

"Essas tragédias precisam acabar e precisamos fazer algo para mudar isso", disse Obama. Segundo ele, os EUA não podem aceitar que situações como essa virem rotina.

"Vim oferecer o amor e as orações da Nação. Estou ciente de que palavras não vão curar seus corações feridos nem aliviar a tristeza. Mas vocês não estão sozinhos em seu luto", disse Obama. O presidente  prometeu ainda oferecer todo  às famílias das vítimas.  "Newtown, você não está sozinha", acrescentou.

Barack Obama chegou em Newtown na noite de domingo para acompanhar as famílias das vítimas. A aeronave Air Force One aterrissou no Aeroporto Internacional Bradley, em Hartford, capital de Connecticut, de onde Obama, vestido de cores escuras, se dirigiu por terra para Newtown. A agenda do presidente dos EUA na cidade inclui, além do discurso, encontros com famílias das vítimas e dos demais alunos e professores da escola.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.