Estado de emergência é decretado após combate

O presidente do Sudão, Omar Bashir, declarou ontem emergência no Estado do Nilo Azul, região do país que faz fronteira com a Etiópia, depois que confrontos entre rebeldes e forças oficiais ocorreram na área. Horas depois de o Exército de Libertação do Povo do Sudão ter atacado a polícia e os soldados de Bashir com armamento pesado, o governador do Nilo Azul foi demitido.

, O Estado de S.Paulo

03 Setembro 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.