Estado de saúde de Ariel Sharon piora ainda mais

A saúde do ex-primeiro-ministro israelense Ariel Sharon, que já era crítica, se agravou ainda mais na medida em que o funcionamento de órgãos importantes continua a piorar, informou o diretor do hospital onde ele está internado.

Agência Estado

03 de janeiro de 2014 | 09h32

Sharon, de 82 anos, está em coma há oito anos após um grave acidente vascular cerebral (AVC). Segundo o doutor Zeev Rotstein, diretor do hospital Hashomer, em Tel-Aviv, o ex-premiê luta pela vida, mas não sente dor.

Sharon é uma das figuras mais icônicas e controversas de Israel e sua carreira se estende pelos 65 anos de história de Israel.

Falando a jornalistas nesta sexta-feira no hospital, Rotstein disse que a vida de Sharon continuam em perigo e que "há uma deterioração lenta e gradual" de seu estado de saúde, juntamente com "falência múltipla dos órgãos". Resultados de exames mostram também que Sharon tem um infecção no sangue, declarou Rotstein.

O diretor se recusou a fazer um prognóstico, mas ao ser perguntado se Sharon vai se recuperar disse que "observando a tendência da deterioração, não temos bons sinais do futuro".

Referindo-se a Sharon por seu apelido, "Arik", Rotstein disse que ele "está lutando como um verdadeiro guerreiro, como fez durante toda a sua vida". Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
IsraelAriel Sharonsaúde

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.