Stefan Rousseau/PA via AP
Stefan Rousseau/PA via AP

Estado Islâmico assume autoria do atentado em Londres

Site de propaganda jihadista informou que autor do ataque em frente ao Parlamento britânico era um soldado do grupo

O Estado de S.Paulo

23 de março de 2017 | 09h41

CAIRO - O grupo jihadista Estado Islâmico (EI) assumiu nesta quinta-feira, 23, a autoria do atentado realizado próximo ao Parlamento britânico na véspera, deixando quatro mortos - incluindo o agressor - e 40 feridos. Segundo um site de propaganda extremista, o autor do ataque - identificado como Khalid Masood - era um soldado do grupo.

“O autor dos ataques de ontem (quarta-feira) em frente ao Parlamento britânico em Londres é um soldado do Estado Islâmico (EI) e conduziu a operação em resposta aos apelos dos cidadãos que são alvos da coalizão” que combate o EI. Nesta manhã, a primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, afirmou que o agressor tem nacionalidade britânica e já era conhecido pelos serviços de inteligência por ligações com extremismo. 

O grupo jihadista, que tem tomado o controle de partes do Iraque e da Síria nos últimos anos, perdeu grande parte de seu território em 2017 para forças de segurança locais em países apoiados pela coalizão militar liderada pelos EUA.


O EI tem pedido aos seus apoiadores que conduzam ataques contra cidadãos de países que fazem parte da coalizão que combate os jihadistas desde 2014. O grupo, responsável por uma série de atentados violentos pelo mundo, já assumiu anteriormente a autoria de outras ações extremistas apenas como uma mostra de oportunismo.  / REUTERS e ASSOCIATED PRESS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.