Estado Islâmico ataca vilarejos cristãos na Síria

Forças do Estado Islâmico lançaram uma nova ofensiva contra uma série de cidades cristãs no nordeste da Síria neste sábado, dando início a uma onda de enfrentamentos violentos com combatentes locais mobilizados contra os militantes.

Estadão Conteúdo

07 Março 2015 | 17h26

Uma mistura de cristãos assírios e curdos lutou contra o ataque do Estado Islâmico, disseram grupos ativistas. O embate ocorre uma semana depois de os extremistas terem levado cerca de 250 pessoas da área, incluindo muitas mulheres, crianças e homens idosos.

As cidades contestadas estão ao longo do rio Khabur, uma passagem estratégica que ajudaria o Estado Islâmico a consolidar o território que ele detém no Iraque e na Síria. A população da área é predominantemente cristã, enquanto os curdos são minoria.

O principal objetivo do Estado Islâmico é tomar a cidade de Tal Tamr, que possui a maior ponte de travessia do Khabur. Se a ponte for tomada, daria aos extremistas um corredor até Mosul, a segunda maior cidade do Iraque, a qual foi capturada pelos militantes em junho.

Forças iraquianas, com apoio dos Estados Unidos e aliados, estão se preparando para tomar Mosul nos próximos meses. Se conquistar Tal Tamr, o Estado Islâmico teria como reforçar sua presença em Mosul de sua base na Síria. Fonte: Dow Jones Newswires.

Mais conteúdo sobre:
Síria Estado Islâmico violência

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.